No dia 26 de fevereiro de 2017, aconteceu em Los Angeles a 89ª cerimônia do Oscar, que celebra anualmente os destaques do cinema mundial. Alguns filmes já eram cotados como favoritos, outros foram surpresas para o público. Mas, sem dúvida, foi uma noite memorável para a história do cinema.

Dentre os destaques da noite, o grande vencedor foi o filme La La Land: Cantando Estações, dirigido por Damien Chazelle, ganhador nas categorias de Melhor Diretor e Melhor Trilha Sonora Original. O filme, que havia sido nomeado em 14 categorias, também recebeu o prêmio de Melhor Design de Produção.

Outro grande vencedor foi o filme Moonlight: Sob a Luz do Luar, que foi eleito Melhor Filme, Melhor Ator Coadjuvante (Mahershala Ali) e Melhor Roteiro Adaptado. Vale lembrar que isso só aconteceu após um erro na entrega do prêmio para La La Land, que acabou sendo corrigido ainda no palco.

Outra grande surpresa da noite foi o filme Até o Último Homem, dirigido por Mel Gibson, que conquistou os prêmios de Melhor Edição, Melhor Mixagem de Som e Melhores Efeitos Sonoros. O longa-metragem também chamou atenção pelo fato de ser baseado em fatos reais e contar a história de um soldado que se recusa a pegar em armas durante a Segunda Guerra Mundial.

Outros filmes premiados incluem Estrelas Além do Tempo, que ganhou o prêmio de Melhor Elenco, Animais Noturnos, eleito Melhor Elenco em um Filme de Época, A Chegada, que recebeu o prêmio de Melhor Edição de Som, e Zootopia: Essa Cidade é o Bicho, eleito Melhor Animação.

Mas as curiosidades da noite não param por aí. Um dos momentos mais emocionantes da premiação foi quando Mahershala Ali, eleito Melhor Ator Coadjuvante, dedicou o prêmio a seu avô, que ele nunca conheceu e que ele acredita ter sido um dos primeiros africanos a serem importados como escravos para os Estados Unidos.

Outra curiosidade foi o fato de que, pela primeira vez em 89 anos de história do Oscar, um filme iraniano ganhou a categoria de Melhor Filme Estrangeiro, com o filme O Apartamento, dirigido por Asghar Farhadi.

Além disso, a cerimônia contou com momentos políticos, com discursos engajados contra a intolerância, o preconceito e o muro de Trump. Houve também uma bela homenagem a todos os profissionais do cinema que faleceram no último ano, incluindo Carrie Fisher e Debbie Reynolds.

Em resumo, a edição especial do Oscar de 2017 ficará marcada na história como uma noite emocionante e surpreendente, onde filmes incríveis foram premiados, profissionais talentosos foram reconhecidos e histórias inspiradoras foram contadas. Qual foi o seu favorito da noite?